Expressar-me

É difícil falar, mostrar sentimentos, realizar certas atitudes. Eu queria, juro que queria mas torna-se complicado. Forma-se uma bola dentro de mim que está pronta para sair cá para fora mas nunca sai. É difícil expressar-me.
Gosto de sentimentos, acho-os mágicos , fascinantes por aquilo que eles podem fazer por nós e a nós. Gosto tanto deles que não sei demonstrá-los.
Gosto de ti, nunca duvides disso, tenho jeitos errados de mostrar os sentimentos certos.
Sinto um aperto, uma onda de frustração quando me apercebo que muitas vezes fico na sombra, e que parece que não dou o devido valor.
Expressar-me para com as pessoas é algo corporal e mental. Se eu sei expressar-me através da escrita, assim como cantores se expressam pela música , no que toca à vida real cresce um muro que me impede de o atravessar.
Queria que me compreendessem, mas como podem fazer isso se nem eu mesma me compreendo. É isso, sou uma incompreendida. Tem vezes que compreendo sentimentos e outras vezes que fico num labirinto confuso. Eu não sei expressar sentimentos porque muitas vezes não os compreendo.
A somar a esta equação de mais um problema da matemática da minha vida, existe o medo. Medo da rejeição, de os meus sentimentos não serem correspondidos. Então eu muitas vezes tenho um escudo protetor. Porque mais vale ser fria como o gelo e dura como uma pedra, que deixar a chama acesa e um dia a água a apagar.
Prefiro não demonstrar para não me magoar.
Sou uma máquina de sentimentos prontos a serem libertados. Tenho tudo para dar mas nada dou. Sou toda amor mas também sou tristeza. Sou sorrisos e lágrimas. Sou “ amo-te “ mas também “ odeio-te”. Sou ambição e frustração. Sou toda sentimentos e gostava de poder exprimi-los de melhor forma.
Não me considero boa com falas , mas consigo mostrar-me por letras. Posso não dizer nada na tua presença mas olha para os meus olhos e eles dir-te-ão tudo.
É difícil falar, mostrar sentimentos.


CONVERSATION

10 comentários:

  1. R: São castanhos, mas quando a luz do sol incide ficam num tom de mel/âmbar :') lindos e únicos mesmo

    ResponderEliminar
  2. Adorei o texto! Porém, triste...
    R: Que eu saiba sim querida... Pelo menos nunca vi em português.

    Beijinho,
    thesandrafaela || instagram || facebook

    ResponderEliminar
  3. Eu sou exactamente o oposto, mas a minha irmã é completamente como tu!

    ResponderEliminar
  4. Sei o que é sentir isso.
    Lindo texto. Parabéns

    ResponderEliminar
  5. Lindo Lindo :)


    R : Obrigada, sim estou um pouco melhor, a febre passou, apenas ainda tenho o nariz entupido.

    ResponderEliminar
  6. Sou um pouco assim também.
    R:As principais são Mike e Julie mas Richard terá um enorme papel na história também :)
    Eu adorei a história, e acho que vais gostar.
    Quanto aos livros que mencionas-te, li ambos. Adorei "Uma escolha por amor" esse sim, fez-me chorar! "No teu olhar" também gostei, recebi no Natal passado ^^

    ResponderEliminar
  7. R: Ehehe como eu! tal e qual.
    Toda a gente que me conhece sabe que adoro mandar piadas e fazer rir por exemplo. Mas apenas quando conheço bem as pessoas.
    Os outros devem pensar que sou aborrecida, enjoadinha e antipatica :S

    ResponderEliminar
  8. Como eu me identifico.... às vezes chateio-me comigo mesma por ser assim mas pronto de certeza que há uma razão. Bom post, já sigo o blog, adorei!

    http://missweetie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. oooh dzeeeeeyuuuum, escreves tão bem! "tenho jeitos errados de mostrar os sentimentos certos" love it!

    r: yeaaaaaah!!! :D

    ResponderEliminar

Seguidores