Novembro

Novembro chegou e nem dei por isso.

Ainda se faz sentir o calor e por tal facto custa a acreditar que já estamos em Novembro.
Considero e sempre considerei este mês, como uma mudança. É nele onde se vê a transição do calor para o frio, das roupas frescas para as roupas quentinhas. Podemos observar as árvores a ficarem nuas para vestirem com tapetes de folhas o chão das ruas.
Mês de cores quentes e de jogar as mãos às castanhas, sejam elas cruas, cozidas ou assadas.
É o mês que tinha tudo para ser cinzento e frio e parado mas é totalmente o oposto. Chegou o mês da agitação. A agitação das ruas, o frenesim das pessoas que começam já em busca da prenda ideal para o natal que se aproxima no mês seguinte. É um mês de trabalho para aqueles que andam na escola ou até mesmo na universidade. Época de testes e frequências. Novembro não me tragas tudo aquilo que eu quero mas sim tudo aquele que eu preciso.
Começamos com um feriado talvez signifique começar com o pé direito.Novembro não anda, ele corre, e sei que quando der por mim estarei a dizer-lhe adeus mais uma vez.
Saio à rua, inspiro o ar que me envolve, sente-se a ligeira brisa que adora provocar os meus cabelos. Sento-me no banco de jardim com um saco de castanhas quentinhas na mão. Debaixo dos meus pés existem folhas de tons amarelos, verdes, castanhos e laranjas. É Novembro.
 
 

CONVERSATION

11 comentários:

  1. Espero que tenhas um ótimo mês :)

    r: Fico contente

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro as castanhas assadas e as folhas das árvores :)
    Um excelente Novembro :)

    ResponderEliminar
  3. Nunca li um texto tao giro sobre a começo de um mês :o

    que tenhas um bom mês :)

    ResponderEliminar
  4. Bom mês de Novembro para ti e que traga mesmo tudo aquilo que precisas! *

    ResponderEliminar

Seguidores