Obstáculos da vida...

Confusão. Problema. Obstáculo.
A vida dá tantas voltas que me deixa confusa.
Perco-me. Perco-me nos mares de pensamentos, nos rios de momentos, na brisa que traz a agitação. Perco-me pelos seus caminhos que parecem não acabar.
Sempre vi a vida como um labirinto. Ela não segue caminhos direitos, gosta de curvas e encruzilhadas, mas a verdade é que ela tem uma meta. Não vamos encontrar muitas vezes neste labirinto caminhos certos. Muitas vezes vamos deparar-nos com becos sem saída.
Todos já chegamos àquele momento da nossa vida em que simplesmente tudo está na sua perfeita harmonia. Aquele momento em que nos é permitido ser atribuído momentos de paz e felicidade.
Eis que de repente o nosso mundo leva um choque, um abanão. Vemos o nosso mundo de pernas para ar, todo estilhaçado no chão, então temos duas hipóteses: ou desistimos e viramos costas ao problema, ou enfrentamo-lo com tudo o que nos resta e reconstruimos o nosso mundo novamente.
Chamemos-lhe obstáculos da vida. 1,2,3 Passos e um tropeço. São pedras no caminho que me fazem cair. São quedas que não têm retorno. Uma vez que se tropeça é mais uma vez que se cai.
A vida não gosta de coisas fáceis, ela sempre teve uma obsessão louca por coisas difíceis, pois segundo ela são as que valem a pena. Por isso mesmo quando as coisas estão demasiado bem ela decide pôr-nos à prova.
Sinceramente, gostava que ela não me colocasse tantas provas. Tenho alturas em que fico cansada e emocionalmente destruída. A vontade de desistir é muita, afinal de contas… é o caminho mais fácil. ´
São lágrimas que são libertadas, não com o objetivo de resolverem alguma coisa mas sim na tentativa quase falhada de conseguir libertar um pouco o sufoco e agonia que fazem a nossa cabeça zumbir. São problemas que só nos dão problemas.
Contudo são estes percalços que a vida me põe á frente que me fazem reagir e agir. Sem eles não seria tão forte quanto sou hoje. Sem esses problemas todos eu não sabia metade do que sei hoje.
O mais assustador é chegar à conclusão que o maior obstáculo não são aqueles que surgem com o tempo e sim um que permanece permanentemente: eu mesma. Eu sou o meu maior obstáculo. A vida dá-nos duas hipóteses: ou desistimos de nós mesmos ou aprendemos a superar-nos.


CONVERSATION

2 comentários:

  1. Gostei muito!
    Beijinho
    www.paulacmelo.wix.com/fotografia

    ResponderEliminar
  2. Muitas vezes, como se costuma dizer, somos o nosso pior inimigo, precisamente por todos os obstáculos que, consciente ou inconscientemente, acabamos por colocar no nosso caminho

    ResponderEliminar

Seguidores