É triste mas é uma realidade...

Um dia tudo muda. Os papéis invertem-se e o mundo que conhecêssemos torna-se desconhecido aos nossos olhos.
Cada vez mais assusta-me a incerteza do futuro.
É tolo pensar nisto ou “sofrer” por uma antecipação como o futuro, visto que o tempo não para, nem abranda, mas há uma espécie de suores frios que me percorrem os dedos das mãos e os arrepios que se fazem sentir em toda a costa, quando me deparo com notícias de jovens que morreram.
Todos eventualmente acabaremos por morrer um dia e é estúpido pensar quando será a nossa vez. Todos os dias morrem milhares de pessoas, mas há algo que acerta em cheio, como um murro invisível quando ouço ou vejo noticias de jovens da minha idade ou perto que morreram.
Faz-me questionar o quanto a vida é efémera. Faz-me perguntar ” porquês? “.
Somos tão novos e não descobrimos nem metade do mundo. Muitos só conhecem partes do seu país, outros só conhecem a sua própria terra e outros apenas conhecem o trajeto de casa à escola. E o resto? A beleza das coisas, o entusiamos de aprender novas coisas, a alegria de sentir algo diferente, a experiência única de podermos vivenciar algo único pelo menos uma vez.
Há algo que morre em mim quando sei que alguma criança morreu. Ela nunca se irá apaixonar, nunca irá terminar a escola ou até mesmo ir para a universidade.
Ela não poderá aprender o que está bem e o que está mal e nunca vai saber o que é uma vida longa.
O futuro é uma incerteza e o presente uma dúvida.
Então paremos para pensar nem que seja por breves minutos. Paremos para pensar em todos aqueles que já partiram. Essas pessoas partiram mas nós ainda estamos cá.
Em vez de passarmos a vida a reclamar ou chateados com tudo e todos, devíamos aproveitá-la.
Afinal de contas nós corremos atrás da vida e ela não espera por nós.
Aproveita a vida. Aproveita o agora. Faz tudo o que tens a fazer.
Faz o possível e o impossível. Faz-te feliz!

Facebook do blogue : https://www.facebook.com/Rascunhos-Riscados-1846286925647993/

CONVERSATION

4 comentários:

  1. Muito bom texto.
    Beijinhos :)
    https://dailyvlife.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Verdade! Há coisas que vamos sempre questionar mas temos o dever de aproveitar a vida ao máximo e de saber vivê-la!

    ResponderEliminar
  3. Estou contigo miúda ����

    ResponderEliminar

Seguidores